A túnica da mucosa da boca reveste praticamente toda a cavidade oral e é composta por epitélio estratificado pavimentoso que reveste o tecido conjuntivo (lamina própria). O principais tipos de mucosa da cavidade oral são: mucosa de revestimento, mucosa mastigatória e mucosa especializada. Possui funções como:

  • Proteção: Barreira mecânica de defesa a invasão de patógenos
  • Sensorial: Possui receptores específicos aos estímulos térmicos, tato e dor
  • Secreção: Desembocadura dos ductos excretores de saliva

Mucosa de revestimento

Caracterizada por uma superfície de textura macia e úmida com capacidade de ser esticada e comprimida. Revestem a bochecha, lábios, ventre da língua, palato mole e o assoalho da boca. É constituída por epitélio estratificado pavimentoso não queratinizado.

Mucosa Mastigatória

Possui uma superfície resiliente semelhante a borracha. Reveste o palato duro, gengiva inserida e dorso da língua. É constituída por epitélio estratificado pavimentoso ortoqueratinizado ou por epitélio pavimentoso paraqueratinizado.

Mucosa Especializada

É encontrada no dorso e na margem da lingua, na forma de papilas linguais, consituídas por epitélio queratinizado e por lâmina própria.

Papilas Linguais:

  • Filiforme: cones de pontas afiladas, textura aveludada da lingua, epitélio queratinizado e não possui botões gustativos.
  • Fungiforme: formato de cogumelos, pequena quantidade, epitélio não queratinizado, com botões gustativos.
  • Folhada: formato de folha, cristas verticais na região posterior da margem da língua, com botões gustativos
  • Circunvalada: estruturas grandes, situadas posterior ao “V” lingual com botões gustativos

Epitélio da Mucosa

Três tipos de epitélio pavimentoso estratificado são encontrados na cavidade oral: não queratinizado, ortoqueratinizado e paraqueratinizado.

Camada basal

  • 1 a 3 camadas de células colunares ou cúbicas
  • Subdividida em: porção basal / porção suprabasal
  • Grande atividade mitótica
  • Camada germinativa ou proliferativa

—Camada espinhosa

  • Localizada superficialmente à camada basal
  • —3 a 8 camadas células arredondas ou poliédricas
  • —­ quantidade de desmossomos / semelhantes a espinhos
  • —Células em processo de maturação / diferenciação em ceratinócitos

Camada granulosa

  • 3 a 6 camadas de células, em geral achatadas e paralelas à superfície
  • Grânulos citoplasmáticos de ceratohialina
  • Conteúdo dos grânulos: lipídeos / glicoproteínas / enzimas lisossomais
  • Tem a função de impermeabilidade epitelial

—Camada superficial

  • —Camada córnea – epitélio queratinizado
  • —Tipos de ceratina: ortoqueratina e paraqueratina
  • —Ortoqueratina – células achatadas, anucleadas e bastante eosinofílicas
  • —Paraqueratina – células achatadas, núcleos picnóticos

—

Células do Epitélio Oral

TiposCaracterísticasFunções
Célula EpitelialRápida renovaçãoResiste a forças físicas e serve de barreira contra infecções
MelanócitoForma uma rede continua próxima a membrana basalSíntese de melanina que é transferida para as células adjacentes por injeção (melanossomos)
Células de LangerhansCélula dendrítica derivada da medula óssea observada próximo à membrana basalDefesa, resposta imune com linfócitos T
Célula de GransteinSemelhantes as células de LangerhansDefesa, resposta imune com linfócitos T
Células de MerkelCélula neural observada próxima à membrana basalFunção sensitiva

Epitélio Estratificado Pavimentoso não Queratinizado ( e tecidos subjacentes)
Localização: mucosa de revestimento
Camadas: basal, intermediária e superficial
Epitélio Estratificado pavimentoso Ortoqueratinizado
Localização: mucosa mastigatória
Camadas: basal, espinhosa, granulosa e córnea (células sem núcleo contendo apenas queratina)
Epitélio Estratificado Pavimentoso Paraqueratinizado
Localização: mucosa mastigatória
Camadas: basal, espinhosa, granulosa e córnea (células contendo queratina e núcleo)

Submucosa

Formada por vasos sanguíneos de maior calibre, glândulas salivares, fibras nervosas, musculares e células adiposas. Faz a fixação da mucosa bucal as estruturas subjacentes.

O suprimento vascular é através da artéria carótida externa com os seu ramos maxilar, lingual e facial. O suprimento nervoso se dá através do nervo trigêmeo, com seus ramos maxilar e mandibular.

Secreção de Saliva

A saliva é composta por água, componentes orgânicos (proteínas e enzimas), componentes inorgânicos (íons: potássio, bicarbonato, fosfato, sódio, flúor,…), imunoglobina (IGA-Secretora) e ar (aparência borbulhosa). Podem ser do tipo serosa(contém ptialina com ação de digestão do amido) e mucosa(contém mucina com ação lubrificante).

Possui a função de manutenção da cavidade bucal como:

  • Facilitar a Mastigação
  • Solvente
  • Auxilia a digestão de carboidratos
  • Lubrifica os alimentos e tecidos bucais
  • Sistema tampão (ácido carbônico-bicarbonato)
  • Defesa imunológica
  • Limpeza dos dentes e cavidade bucal

Glândulas Salivares (exócrinas)

São encontradas glândulas menores(labial, palatina, vestibular, língua e glossopalatina) e as maiores, tais como como:

  • Parótida: Responsável pela produção de 25% da saliva.
    • Localização: entre o m. Esternocleidomastóideo e a borda posterior do ramo da mandíbula.
    • Tipo: Exclusivamente serosa (composta por ptialina ou amilase salivar)
    • Ducto: O ducto parotídeo perfura o musculo bucinador e abre-se no vestíbulo da boca, na altura do 2º molar superior na papila parotídea
  • Submandibular: Responsável pela produção de 60% da saliva.
    • Localização: aloja-se na fossa mandibular da mandíbula
    • Tipo: Mais Serosa do que Mucosa (composta por mucina)
    • Ducto: O ducto submandibular, localiza-se no assoalho da cavidade bucal e abre-se na carúncula sublingual do lado de cada frênulo da língua
  • Sublingual: Responsável pela produção de 7-8% da saliva
    • Localização: aloja-se fóvea sublingual no assoalho da cavidade bucal
    • Tipo: Mais mucosa do que Serosa
    • Ducto: O ducto sublingual abre-se próximo da carúncula sublingual, na prega sublingual

Referências

BALOGH, Mary Bath; FEHRENBACH, Margaret J. Anatomia, Histologia e Embriologia dos Dentes e das Estruturas Orofaciais. Rio de Janeiro.  3ª Ed.; Elsevier, 2012.

NANCI, Antonio. Ten Cate histologia oral: desenvolvimento, estrutura e função. 8. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.