Materiais Dentários – Parte I

Navegue por aqui://, Dentística, Odontopediatria/Materiais Dentários – Parte I

Conceitos

CARACTERÍSTICAS E PROPRIEDADES DOS MATERIAIS DENTÁRIOS
CARACTERÍSTICAS IDEAISo BIOCOMPATÍVEL (PROPRIEDADE BIOLÓGICA)
o ADESÃO PERMANENTE AS ESTRUTURAS DENTÁRIAS E ÓSSEAS
o MIMETIZAÇÃO
o PROPRIEDADES SIMILARES AO ESMALTE, DENTINA E POLPA
o PROMOVER A REGENERAÇÃO DOS TECIDOS LESADOS OU PERDIDOS
CLASSIFICAÇÃOPREVENTIVOS:
o SELANTES
o FLÚOR
o CLOREXIDINA
RESTAURADORES
o DIRETOS
o INDIRETOS
DENTÁRIOS AUXILIARES
o MOLDAGENS
o REVESTIMENTOS PARA FUNDIÇÃO
PROPRIEDADES MECÂNICASFORÇAS
o COMPRESSÃO
o TRAÇÃO
o CISALHAMENTO
ELÁSTICA: VOLTA A FORMA ORIGINAL (MALEÁVEL)
PLÁSTICA: NÃO VOLTA A FORMA ORIGINAL
RESILIÊNCIA: CAPACIDADE DO MATERIAL EM ABSORVER ENERGIA SEM SE ROMPER
MALEABILIDADE: TRANSFORMAÇÃO DO MATERIAL EM LÂMINA POR PROCESSO COMPRESSIVO
DUCTIBILIDADE: MATERIAL PODE SER CURVADO OU ALONGADO SEM CAUSAR O ROMPIMENTO
DUREZA: RESISTÊNCIA A DEFORMAÇÃO PERMANENTE
FRIABILIDADE: FALTA DE RESILIÊNCIA TORNANDO O MATERIAL QUEBRADIÇO
REOLOGIA: ESCOAMENTO DA DEFORMAÇÃO DOS MATERIAIS
ADESÃO: QUIMICA OU FÍSICA, CAPACIDADE DE ADERIR AS ESTRUTURAS DENTINÁRIAS
PROPRIEDADES TÉRMICASCONDUTIBILIDADE TÉRMICA: CONDUÇÃO DE CALOR
REAÇÕES EXOTÉRMICAS: LIBERAÇÃO DE CALOR
COEFICIENTE DE EXPANSÃO TÉRMICA: DILATAÇÃO DO MATERIAL
GALVANISMO: CONDUÇÃO DE ELETRICIDADE
TEMPERATURA DE FUSÃO: TEMPERATURA PARA FUNDIR OS MATERIAIS
PROPRIEDADES QUÍMICASSOLUBILIDADE: DISSOLUÇÃO DO MATERIAL
EROSÃO: DESGASTE DO MATERIAL
PH
o ALCALINO ( HIDRÓXIDO DE CÁLCIO)
o NEUTRO (ÓXIDO DE ZINCO E EUGENOL)
o ÁCIDO ( CIMENTO DE FOSFATO DE ZINCO)

Agentes de Proteção

DENTINO PULPARCARACTERÍSTICASFUNÇÃO
SELAMENTO• SÃO LÍQUIDOS
• CAMADA FINA (1-50 um)
• VEDAM PARCIALMENTE OS TÚBULOS DENTINÁRIOS PARA REDUZIR A SENSIBILIDADE, PENETRAÇÃO DE FLUÍDOS E METABÓLITOS BACTERIANOS
• PREENCHEM O MICRO ESPAÇO ENTRE O DENTE E O MATERIAL RESTAURADOR
FORRAMENTO• SÃO LIQUIDOS, PÓ OU PASTA
• CAMADA FINA (200- 1000 um)
• PROTEGER A REGIÃO MAIS PROFUNDA DA DENTINA
• PROTEÇÃO DA POLPA CONTRA AS AGRESSÕES EXTERNAS
• INDUZIR A FORMAÇÃO DE TECIDO MINERALIZADO
• BAIXA PROPRIEDADE MECÂNICA
BASE• SÃO PÓ E LIQUIDOS
• MAIS ESPESSA ( >1000 um)
• PROTEGER O MATERIAL FORRADOR
• RECONSTITUIR PARTE DA DENTINA PERDIDA
• PROTEÇÃO CONTRA ESTÍMUOS TERMOELÉTRICOS E MECÂNICOS
• PODE SER ASSOCIADO A OUTROS MATERIAIS DE PROTEÇÃO
PROPRIEDADES IDEAIS DE UM MATERIAL FORRADOR
o SER BIOLOGICAMENTE COMPATÍVEL COM O COMPLEXO DENTINOPULPAR
o ESTIMULAR A RECUPERAÇÃO DAS FUNÇÕES BIOLÓGICAS DA POLPA, INDUZINDO A FORMAÇÃO DE 
BARREIRA MINERALIZADA
o APRESENTAR PROPRIEDADES BACTERIOSTÁTICAS E BACTERICIDAS
o VEDAR AS MARGENS CAVITÁRIAS
o SER ADESIVO AS ESTRUTURAS DENTÁRIAS
o APRESENTAR ELEVADA RESISTÊNCIA MECÂNICA
o SER BOM ISOLANTE TÉRMICO E ELÉTRICO
o SER INSOLÚVEL NO MEIO BUCAL. 


Para ir até a parte II de materiais dentários, clique aqui.

Deixe um comentário

error: