Doenças Gengivais Induzidas Por Placas

Navegue por aqui:///Doenças Gengivais Induzidas Por Placas
Doenças Gengivais Induzidas Por Placas 2018-05-25T18:44:00+00:00

As características comuns das doenças gengivais incluem sinais clínicos da inflamação, sinais e sintomas restritos à gengiva, reversibilidade das doenças pela remoção da etiologia ou etiologias, da virulência da placa bacteriana para iniciar ou exacerbar a gravidade da lesão e um possível papel como um precursor da perda de inserção em volta dos dentes.

Os sinais clínicos da inflamação gengival podem ocorrer em um periodonto normal (sem perda de inserção) ou periodonto reduzido (perda de inserção estabilizada) e envolvem contornos de aumento gengival devido ao edema ou fibrose, transição da cor para o vermelho cinza, temperatura do sulco elevada, sangramento ao toque e aumento do exsudato gengival.

A superfície oral da gengiva clinicamente normal consiste em epitélio oral queratinizado que é contínuo com o epitélio juncional aderido a superfície do dente por hemidesmossomos. Suportando o epitélio oral e juncional está uma rede de tecido conjuntivo que inclui fibras colágenas proeminentes, que mantém a forma do tecido gengival e auxilia a adesão hemidesmossônica relativamente frágil do epitélio juncional ao dente. Imediatamente ao epitélio juncional está um plexo dentodengival, contendo um grande número de vênulas, suprindo o epitélio com vários nutrientes, bem como células de defesa (leucócitos) (Lindhe, 2010).

Fatores que contribuem para uma gengiva saudável:

  • Barreira provida pelo epitélio juncional
  • Descamação regular de células epiteliais na cavidade oral
  • Fluxo positivo de fluido para o sulco gengival que pode lavar microrganismos não-aderidos e produtos nocivos
  • Presença de anticorpos contra produtos microbianos no GCF (fluido gengival crevicular
  • Função fagocítica de neutrófilos e macrófagos
  • Efeito danoso do sistema imune complemento sobre a microbiota

Na gengiva com os sintomas clínicos da inflamação, as alterações histopatológicas são marcantes, primariamente ocorre alterações na rede vascular, aumento da exudação do fluido gengival crevicular e proteínas do plexo dentogengival, tornando o tecido edematoso e com volume aumentado. Posteriormente células inflamatórias saem dos vasos e se acumulam no tecido conjuntivo lateral ao epitélio juncional. O infiltrado no tecido conjuntivo é primeiramente composto por macrófagos e linfócitos. Com o aumento do infiltrado plasmocitos dominam a lesão e ocorre a depleção do colágeno de forma substancial. Nesse contexto, a lesão na gengiva está relacionada com a presença e extensão do biofilme associado à superfície do dente.

Características das doenças gengivais induzidas por placa (lindhe, 2000; Carranza, 2012):

  • sinais e sintomas confinados a gengiva;
  • Placa presente no nível gengival;
  • Início da doença na margem gengival;
  • Alteração do contorno gengival;
  • Aumento do exudato gengival;
  • Sangramento após estímulo ou espontâneo;
  • Reversível com a remoção da placa;
Alterações Clínicas de uma gengiva normal para gengivite, Lindhe (2010):
Características Gengiva Normal Gengivite
cor Cor Rosa Vermelho-cinza
Contorno · Festonado que envolve o dente.
·Papila preenche o espaço interdental enquanto a margem gengival tem aparência de faca com a superfície do dente.
· Tecido gengival edemaciado provoca perda de adaptação e forma de faca e produz papila bolhosa, resultando em mínimo de tecido recortado.
Consistência · Firme e Resiliente, · Tecido mole, edematoso
Sangramento ao toque · Negativo. · Positivo.
Exudato · Mínimo. · Aumentado.

 

Gengivite induzida por placa (fonte: Lindhe, 2010)

Gengiva normal, em um periodonto reduzido (fonte: Lindhe, 2010).

Gengivite provocada pelo acúmulo de placa, devido ao aparelho ortodôntico (fonte: Lindhe, 2010).

Aumento gengival devido a medicação de ciclosporina (fonte: Lindhe, 2010).

A classificação das doenças gengivais é baseada na presença da placa dental e em fatores que modificam o estado inflamatório da gengiva. A transformação de gengivite induzida pela placa por ocorrer por fatores locais ou sistêmicos.

  • Fatores Locais: anatomia, restaurações de dentes, aparelhos, raízes fraturadas e reabsorção cervical da raiz (Blieden, 1999).
  • Fatores Sistêmicos: sistema endócrino, doenças hematológicas, drogas ou má nutrição (Mariotti, 1999).

Gengivite Associada Somente a Placa Dental:

  1. Sem fatores locais contribuintes
  2. Com fatores locais contribuintes: anatomia (apinhamento), restaurações de dentes, aparelhos, raízes fraturadas e reabsorção cervical da raiz.

Modificada por Fatores Sistêmicos:

  1. Associadas ao sistema endócrino: puberdade, ciclo menstrual, gravidez (granuloma piogênico ou gravídico)
  2. Associadas por discrasia (alterações) sanguíneas (leucemias)

Modificada por medicamentos:

  1. Aumento gengival influenciado por drogas
  2. Gengivite Influenciada por drogas (anticoncepcionais)

Modificadas por má nutrição

  1. Insuficiência de ácido ascórbico (vitamina C)

Referências

LINDHE, J. Tratado de periodontologia clínica e implatologia oral, 5 o ed., Ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2010

error: